sábado, 11 de dezembro de 2010

Nós, deus e os demais

pessoas,
pessoas triviais, pessoas que peidam, pessoas que
fodem, pessoas que choram, pessoas
que fumam, pessoas que vomitam,  pessoas
que vendem
pessoas, pessoas que fazem
aniversário, pessoas que escrevem
poemas, pessoas que são
infelizes, pessoas que
matam pessoas. pessoas que matam
a si próprias. a conveniência, a hipocrisia e
a ordinariedade estão em toda
parte. as pessoas e as propagandas são a
prova disso. pessoas pecam em nome de deus, enquanto
deus está alheio às pessoas e
comete seus próprios pecados. mas as pessoas
não importam. não para
nós. pois nossa saudade é maior que
deus e nosso amor é mais
real que deus e nossa tristeza é mais
bonita que deus - pois
não precisamos de
deus para estarmos
felizes.

5 comentários:

  1. Foda esse poema, me identifiquei pra porra, também penso assim.

    foda-se deus.

    ResponderExcluir
  2. Vou pular o comentário irrelevante e ir direto ao ponto:

    Parabéns pleo texto,muito contundente.

    ResponderExcluir
  3. eu como publicitario não deveria concordar....porque sera que concordo ?

    visita:
    http://universovonserran.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Pois é... Deus não é tão importante assim, não acha?

    ResponderExcluir
  5. Muito foda mesmo esse poema, o comeco eh bem a moda de Bukowski, ou seja, tem tudo para ser fatalmente fantastico, e foi. ;D Parabens

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget