quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Cioffi

passa o vento, passa
o pássaro, passa
o pé no meu
pé. me
passa essa sua luz, seu hálito, seu cheiro e o
calor do teu
corpo, passa
pro meu. me dá a mão, perdoa
meus pecados, estrala
meus dedos, me passa o isqueiro,
deita no meu peito e escuta
meu coração. passa o passado,
descompassa o tempo, mede
meus passos e
tropeça
nos meus medos.

domingo, 20 de outubro de 2013

O ato

é transbordar.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Grito

eu grito,
e sim, sei que grito -
não só escuto, como sinto o aperto e o ar
indo e se esvaindo do meu peito,
vibrando vogais violentas e tremendo
de forma irrefreável
minhas cordas vocais - além de coisas que,
principalmente, pela carência de vocabulário,
chamarei de coisas, que
são melhores expressas em gritos
do que versos. e admito que
gritar não é sensual. e eu grito, grito, grito,
e admito que grito, grito, grito, e não me desculpo.
te perdôo, e não te desculpo
por me fazer
gritar.
Ocorreu um erro neste gadget