terça-feira, 12 de outubro de 2010

Noite de dia das crianças

é noite de dia das
crianças, mas ambos - eu e a
noite - não somos mais
crianças. somos jovens bêbados
e entediados, que pouco pensam no futuro, se esqueceram do
passado e não ganharão
presentes, pois ambos - a noite e
eu - não somos mais crianças, e nossa
inocência foi
estuprada.

Um comentário:

  1. E a infância se vai cada vez mais cedo.
    Belos são os dias em que podiamos, sem saber, contemplar nossa inocência.
    Hoje, não mais. Hoje queremos as noites. Queremos mais. No fim, a gente nem sabe o quer.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget